Português pt
  • Deutsch de
  • English en
  • Português pt
Todos os caminhos vão dar Aroma! ☕
Português pt
  • Deutsch de
  • English en
  • Português pt
Carrinho 0

Café de Lisboa

 

O Café de Lisboa | Café em Portugal | Café em Lisboa | Bica e Cimbalino | O ilustrador do rótulo


O Café de Lisboa
Quatro cafés especiais combinam-se no Café de Lisboa para criar um café maravilhosamente aromático e equilibrado. Os vários aromas misturam-se a uma experiência gustativa única e resultam num café fresco e apimentado na Moka Express ou French Press, como um expresso vem aveludado e cremoso da máquina de café expresso.

A mistura
O Café de Lisboa é uma mistura de quatro cafés de especialidades diferentes de:
• Brasil (Santos, 40%)
• Índia (Monsooned Malabar, 20%)
• Etiópia (Limu, 20%)
• Índia (Robusta, 20%)

Os graus de torrefação são entre City+ (Monsooned Malabar e Etiópia) e Full City (Santos e Robusta).

O café em Portugal
A história do café em Portugal começa no século XVIII sob o reinado do rei João V, quando o cafeeiro foi introduzido pela primeira vez no Brasil, a antiga colónia portuguesa. Do Brasil, o café chegou então às outras antigas colónias portuguesas de São Tomé e Príncipe e Cabo Verde. Em Angola, o café foi introduzido um pouco mais cedo pelos missionários portugueses, e para Timor veio via Java pelos holandeses. Devido a todas estas relações, Portugal esteve na vanguarda da então nascente indústria do café.

Café em Lisboa
Também no século XVIII, surgiram os primeiros cafés públicos, inspirados nas tertúlias francesas do século XVII (uma espécie de salão literário), que se tornaram locais de actividade cultural e artística. Assim apareceram o Martinho da Arcada (inaugurado em 1782 pelo Marquês de Pombal), o Café Tavares (inaugurado em 1784), ambos existem até hoje, ou o Botequim Parras. No início do século XIX, abriram os famosos Cafés Marrare, fundados por António Marrare, um italiano de origem siciliana.

Martinho da Arcada


O café A Brasileira
Em 1905, o café A Brasileira foi fundado no centro de Lisboa, no Chiado, por Adriano Telles, um português casado com a filha de um dos maiores produtores de café da região brasileira de Minas Gerais. A Brasileira se tornou um dos cafés mais populares de Lisboa na altura e era o local de numerosas reuniões intelectuais, artísticas e literárias. Escritores e artistas de renome, como Fernando Pessoa ou Almada Negreiros, encontraram aqui a inspiração para as suas ideias.

Bica e Cimbalino
Diz-se que no café A Brasileira o nome Bica para um expresso tem origem. É um acrónimo para "beba isto com açúcar". Isto era um incentivo publicitário na altura, para tornar o café um pouco amargo mais palatável para a clientela crítica de Lisboa.

Quando as máquinas de café expresso italianas chegaram aos cafés portugueses em meados do século XX, o termo Cimbalino para um expresso nasceu no Porto, uma referência à marca italiana para máquinas de café expresso profissionais La Cimbali.

O ilustrador do rótulo

Hauke Vagt

Hauke Vagt, o maravilhoso ilustrador do nosso rótulo, vive em Lisboa há mais de 20 anos, ilustrando e retratando as ruas, a vida e as pessoas da capital do país no sudoeste da Europa. Diz de si mesmo que está orgulhosamente enamorado por esta cidade. Na sua mente, Lisboa é o ponto final de uma viagem, de sua viagem, um lugar onde ele queria ficar.

O mais importante para ele são as pessoas acolhedoras e tão amigáveis que o fazem sempre sentir-se em casa. Assim, os motivos dos seus desenhos são igualmente amáveis, humorísticos e simpáticos, atingindo a marca. Mostram-nos elétricos a saltar e a passear, sardinhas a tocar guitarra, gatos de rua ladrões ou cantoras de fado apaixonadas. Os seus rótulos de vinho "Porta 6" de renome mundial retratam a alma da cidade com o seu estilo inconfundível.

Estamos muito felizes por poder utilizar um dos seus belos retratos do bairro da Graça para o rótulo do nosso Café de Lisboa.

Saiba mais sobre a Hauke Vagt nesta entrevista (em inglês):
https://atelier49lisboa.com/hauke-vagt-the-man-behind-atelier49/

E aqui pode ir ao seu grande website com muitas das suas obras:
https://atelier49lisboa.com/


TOP